Rio Grande do Sul e Uruguai poderão ter protocolos únicos para Covid-19 Medida atingirá as cidades que fazem fronteira com o país vizinho. Grupo de trabalho discute o assunto

Data: 03/06/2020

O Rio Grande do Sul e o Uruguai poderão firmar, nos próximos dias, um protocolo único para a Covid-19. O assunto foi discutido com mais intensidade no final de semana, quando ficou definida a criação de u, grupo de trabalho (GT) para formar regras únicas para os dois lados da fronteira, em cidades consideradas gêmeas, como Sant’Ana do Livramento e Rivera. O grupo irá alinhar as condutas adotadas no estado brasileiro e no país vizinho. 

Além de Livramento e Rivera, as cidades que deverão compor o trabalho em conjuntos são: Aceguá (RS) e Acegua (UY); Quaraí (RS) e Artigas (RS); Barra do Quarai (RS) e Bella Union (UY); Chuí (RS) e Chuy (UY); e Jaguarão (RS) e Rio branco (UY). 

A discussão no final de semana envolveu o ministro de Saúde Pública do Uruguai, Daniel Salinas e das secretárias, da Saúde, Arita Bergmann e de Relações Federativas e Internacionais do RS, Ana Amélia Lemos, e o presidente da Comissão do Mercosul e Assuntos Internacionais da Assembleia Legislativa, Frederico Antunes.

Nessa segunda-feira, o assunto foi discutido novamente pelo governador Eduardo Leite e Antunes, além do deputado estadual Edson Brum, no Palácio Piratini. O líder do governo apresentou o avanço nas discussões. Leite adiantou que nesta terça-feira terá reunião com Arita Bergmann e representantes do ministério da Saúde do Uruguai, Cremers, Associação Médica Brasileira e Amrigs quando pretende aprofundar o assunto.


Voltar

Programas